A história de Atlas de Mobile Legends

0
249

O mar profundo, escuro, frio e misterioso é a última fronteira inexplorada na Terra da Alvorada. Após alcançar a superfície das águas, o sol se desvanece e a temperatura cai; nas profundezas, não há nada além da escuridão total. No lugar chamado de de Mar Abismal, as correntes e a alta pressão são fortes o suficiente para rasgar até mesmo os materiais mais resistentes.

Este lugar é considerado uma zona proibida para a vida, onde nenhum humano jamais pôs os pés. Restando apenas os restos de uma civilização que foi abandonada e eliminada, afundada em meio ao mar. Mesmo assim, não é apenas morte na região. Muitas criaturas não confiáveis ​​e indescritíveis, incluindo Atlas, lutaram e se multiplicaram ao longo de séculos nessa área perigosa.

Eles são um dos seres vivos mais antigos da Terra da Alvorada, devorando criaturas elementais em busca de poder e sobrevivência, o que, no entanto, os fez ser aprisionados nesse lugar mais profundo, pelo Povo Antigo. Magias poderosas bloqueiam luz, calor e os caminhos acima deles, impedindo seu acesso ao mundo exterior. Para se adaptarem a esses ambientes de alta pressão, as criaturas acabaram evoluindo, abandonando conchas e estruturas excessivas e desenvolvendo várias formas de antimatéria líquida.

Na escuridão sem fim, não há lutas ou disputas, apenas a lei da sobrevivência: existência, mudança e circulação. No entanto, após a passagem de alguns séculos, as coisas gradualmente mudaram e a lei começou a se desfazer. A mudança não veio de baixo do mar, mas sim de cima. A sucessão de civilizações e guerras em curso afetaram não apenas a terra, mas também os oceanos.

Tudo começou a deteriorar-se e as criaturas no mar abismal, que estavam em um estado terrível, já não conseguiam se adaptar a situações ainda piores. O definhamento e a morte vinham sem aviso, pois as criaturas abismais foram forçadas a observar o seu habitat se deteriorando. As maiores delas foram as primeiras a competir. Essas gigantes criaturas e fibrosas deixaram para trás os seus tentáculos e diminuiram a massa de seus cosmos para tentar atravessar as barreiras mágicas, mas sendo destruídas no processo.

Outras não conseguiam entender o seu destino, mas sabiam que precisavam de uma mudança, uma mudança que era o instinto de todas as coisas vivas. Portanto, eles começaram seus esforços para tentar quebrar as Ordens. Mas o único prisioneiro que finalmente se livrou do Mar Abismal foi Atlas. Como o indivíduo mais experiente, ele sentiu a mudança mais rápido do que os outros de sua espécie, quando o Mar Abismal estava envolvido em suas ruínas. Ele foi o primeiro a preparar-se para uma fuga.

Carne rasgada das outras criaturas fez com que percebesse que seus corpos eram bastante vulneráveis àquela força. Para quebrar uma Ordem, Atlas percebeu que devia recuperar uma casca rígida. Atlas continuou a vaguear e procurar nas profundezas da escuridão. Até que um dia, sob uma pilha de resquícios de uma antiga civilização, ele encontrou o que estava destinado a ser sua concha, Mecha Sentinla, um conjunto de gigantescas e antigas armaduras máquina.

Essas grandes armaduras operadas manualmente eram, na verdade, produzidas como máquinas de guerra. Mais tarde sendo despejadas no mar, e completamente isoladas e esquecidas pelo mundo. Atlas lentamente se aproximou do Centro Mecha, encontrando-o apodrecendo no fundo do oceano, como um pedaço de ferro completamente enferrujado, devido à perda de um núcleo de controle.

Ele então entrou no centro da máquina, esticando seus tentáculos, injetando-o em cada articulação, e começou a assumir o controle. Junto com um rugido, o Mecha que estava adormecido por milhares de anos voltou a acender seus olhos, energizando-se novamente. O corpo esquecido e a alma deixada para trás acabaram perfeitamente combinados e unidos.

O gigantesco Mecha Sentinela rompeu a Injunção e conseguindo se libertar, terminando com Atlas irrompendo pela superfície do mar furioso. Foi quando o mundo acolheu a nova identidade de Atlas, O Kraken de Ferro. Atlas sentiu bastante curiosidade quanto a esse novo mundo. Ele visitou a maioria dos lugares que poderiam ser alcançados através do mar, impulsionado por um desejo de aprender sobre esse mundo e fortalecer-se.

Ele freneticamente conquistou conhecimento sobre todos os tipos de criaturas, raças e civilizações. Enquanto isso, seu controle sobre Mecha Sentinela foi ficando cada vez mais proficiente. Parecia até que aquela máquina tinha sido feita para ele. Mas não importava quanto tempo passava. Atlas sempre foi assombrado por pensamentos – sua espécie ainda perecia no mar Abismal, a maior prisão e o lugar mais distante no mundo conhecido. Agora, Atlas não só tinha uma armadura resistente, mas também um plano.

Ele quebraria o Mandamento entre o Mar Abismal e o mundo, salvaria a sua espécie de uma prisão eterna. Mas para isso ele precisava de uma relíquia antiga, um tesouro secreto escondido nos mares congelados do Vale do Norte. Ele tinha o poder de se regenerar, e também possuía força e energia suficientes para mudar a ecologia de todo o oceano. Atlas o o queria, e pela primeira vez, estou a história de seu passado.

Compre Créditos em Jogos & Gift Cards Online

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here